Política - Paraná - 25/10/17 - 10:12

Deputados do Paraná querem que presos paguem pelas próprias tornozeleiras

foto notícia

Informações: Banda B
Foto: Reprodução/Internet

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) aprovou em primeiro turno de votação, na sessão plenária desta terça-feira (24), um projeto de lei que determina que presos que tiverem usar tornozeleira eletrônica por determinação da justiça arquem com as despesas pela cessão do equipamento, bem como com as despesas de sua manutenção. A matéria recebeu 42 votos favoráveis, três contrários e uma abstenção.

O Estado do Paraná gasta R$ 32, mil por equipamento, além da manutenção de R$ 300 por mês pela manutenção

De acordo com a proposta, de autoria dos deputados Marcio Pacheco (PPL) e Gilberto Ribeiro (PRB), os apenados que tiverem condições financeiras de arcar com os custos de tornozeleiras, braceletes e chips subcutâneos deverão fazê-lo. Com isso, o equipamento do Estado ficará destinado a quem não tenha efetivamente condições de custeá-lo.

Na justificativa, os parlamentares afirmam que a medida tem como objetivo desafogar o sistema prisional do Paraná, já que, devido à escassez de recursos do Estado, a disponibilização do monitoramento eletrônico para o cumprimento da pena de regime aberto, semiaberto e medidas cautelares restritivas judiciais, está comprometida. Ainda de acordo com o texto, neste momento de crise financeira, há grande dificuldade de efetivação da compra deste material para todos aqueles presos a que a lei determinou a “liberdade vigiada”, que, assim, permanecem aguardando a saída dos presídios.

Custo

Segundo a matéria, o Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen-PR) gasta por mês com cada preso o valor aproximado de R$ 3,270 mil, enquanto o monitoramento eletrônico custa em média R$ 300 por mês para cada apenado. O texto ainda informa que no Paraná o número de presos monitorados eletronicamente é de cerca de 3,2 mil, sendo que, de acordo com a proposta, esse número poderia chegar a seis mil caso as medidas previstas no projeto de lei já estivessem em vigor.

Anúncio

Leia também:

Política - São Lourenço do Oeste - 12/12/17 - 10:34

• Vereadores aprovam projeto de aluguel social em São Lourenço do Oeste

Política - São Lourenço do Oeste - 27/11/17 - 08:05

• Vereador defende que ginásio do interior seja doado ao município

Política - São Lourenço do Oeste - 21/11/17 - 14:56

• Bancada do PSDB propõe regulamentar plantio e cultivo de árvores exóticas

Política - São Lourenço do Oeste - 20/11/17 - 16:15

• Acanor terá presidente mulher para próxima gestão

Anúncio
Anúncio
Anúncio

19/12 • 21:00h

Show com Família Lima

22/12 • 18:30h

Truck Show

23/12 • 23:00h

Jingle Bells

31/12 • 08:00h

7º Salto Fest

Anúncio
Anúncio

Parceiros